Na guerra contra coronavírus, China proíbe carne de animais selvagens

Na guerra contra coronavírus, China proíbe carne de animais selvagens

O governo chinês tem sofrido várias críticas por permitir a exploração e o mau tratamento de animais usados como alimento, assim como a utilização de medicinas não recomendadas por especialistas de saúde, avança o Diário de Notícias.

Por esta razão, a China anunciou esta segunda-feira que vai proibir o consumo e comercialização ilegal de animais selvagens, factor que segundo a CNN, pode ter propiciado a transmissão do Coronavírus à humanos.

As medidas foram aprovadas pelo Congresso Nacional do Povo, o principal órgão político chinês.

Segundo as autoridades chinesas, essas medidas têm como objectivo ajudar a “salvaguardar a saúde pública e a segurança ecológica”.

Especialistas alertam que o transporte, o abate e o consumo de espécies selvagens representam um risco significativo e crescente para a saúde pública.

As autoridades chinesas já tinham anunciado a suspensão do comércio de animais selvagens no dia 26 de janeiro com o propósito de travar a propagação do Coronavírus.

Esta segunda-feira, a Comissão Nacional de Saúde da China anunciou que o número de vítimas mortais do novo coronavírus subiu para 2.592 e que o número de pacientes infetados aumentou para 77.150.

Facebook Comments
One Comment

Add a Comment

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *