Robert Mugabe em Singapura para tratamento médico, incapaz de andar

Robert Mugabe em Singapura para tratamento médico, incapaz de andar

O ex-líder do Zimbábue, Robert Mugabe, recebeu tratamento médico em Cingapura nos últimos dois meses e não pode mais andar, embora deva voltar para casa na semana que vem, disse o presidente Emmerson Mnangagwa no sábado.

Mugabe, de 94 anos, que governou a nação do sul da África por quase quatro décadas desde a independência da Grã-Bretanha em 1980, foi forçado a renunciar em novembro de 2017, após um golpe do exército.

Mnangagwa disse a partidários da ZANU-PF em Murombedzi, na aldeia de Mugabe, a cerca de 100 quilômetros a oeste da capital Harare, que seu antecessor deveria retornar em 15 de outubro, mas que sua saúde debilitada atrasou a viagem.

Ele não disse qual tratamento Mugabe estava passando.

“Acabamos de receber uma mensagem de que ele está melhor agora e voltará em 30 de novembro. Ele não pode mais andar, mas vamos continuar cuidando dele”, disse Mnangagwa, referindo-se a Mugabe por seu nome totem Gushungo.

Durante seus últimos anos no poder, Mugabe fez várias viagens médicas a Cingapura.

As autoridades disseram que ele estava sendo tratado por uma catarata, negando relatos freqüentes da mídia local privada de que ele tinha câncer de próstata.

Mnangagwa, que venceu uma disputada eleição presidencial em 30 de julho, repetiu a justificativa anterior do exército para o golpe do ano passado, dizendo que seu ex-mentor Mugabe havia sido cercado por criminosos.

Quando o exército lançou seus tanques em Harare, líderes militares disseram que estavam atacando “criminosos em volta do presidente”. Um amargo Mugabe disse mais tarde, no entanto, que a ação do exército o forçou a renunciar.

Facebook Comments
2 Comments

Add a Comment

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *