Líder da oposição do Zimbabwe reivindica vitória eleitoral “brilhante”

Líder da oposição do Zimbabwe reivindica vitória eleitoral “brilhante”

Se nenhum candidato conseguir a maioria absoluta, a segunda volta das eleições realiza-se no dia 8 de setembro

O líder da oposição do Zimbabwe, Nelson Chamisa, reclamou esta terça-feira “uma vitória brilhante” nas primeiras eleições após o afastamento do ex-presidente Robert Mugabe, mas ainda não foram apurados resultados definitivos.

A declaração de Chamisa foi transmitida através da conta que mantém na rede social Twitter e tem como base a contagem parcial dos votos.

No total, vão ter de ser contabilizados os resultados de 10 mil assembleias de voto, a nível nacional, mas o líder da oposição reclama “vitória brilhante” acrescentando que se verificou um desempenho “marcante” contra o atual chefe dede Estado, Emmerson Manangagwa.

“Estamos prontos para formar o novo governo”, diz a mesma mensagem de Nelson Chamisa.

As eleições contaram com 23 candidatos, mas as candidaturas principais são lideradas pelo atual presidente Mnangagawa, que dirige a ZANU-PF, o partido no poder desde a independência do Zimbabué, em 1980, e Nelson Chamisa, 40 anos, líder do Movimento para a Mudança Democrática (MDC, na sigla em inglês).

As autoridades eleitorais destacam a elevada participação na primeira votação realizada no país após o afastamento do ex-chefe de Estado Robert Mugabe, em 2017

Emmerson Manangagwa, 75 anos, ainda não emitiu qualquer declaração sobre a contagem parcial dos votos.

Os observadores internacionais registaram irregularidades e momentos de desorganização, sobretudo nas zonas periféricas de Harare, mas a votação decorreu, aparentemente, sem problemas no resto do país.

Se nenhum candidato conseguir a maioria absoluta, a segunda volta das eleições realiza-se no dia 8 de setembro.

Facebook Comments
One Comment

Add a Comment

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *